5 dicas para ter um belo jardim

Muitas pessoas reservam uma área de sua casa ou empresa para plantas, e muitas vezes essa área se torna o cartão de visita do lugar. Portanto, esse espaço precisa ser bem planejado e cuidado para que continue trazendo beleza e harmonia ao ambiente. Para isso existem dois tipos de profissionais: o arquiteto paisagista (que projeta o ambiente), e o jardineiro (que põe em prática o projeto e é responsável pela manutenção do jardim).

O paisagismo é uma extensão da arquitetura, e um profissional capacitado deve harmonizar cores, formas, possibilitando um ambiente harmônico na interação do ser humano com a natureza. Belos jardins contribuem para deixar condomínios e casas mais atraentes e agradáveis. Concluiu-se inclusive que áreas verdes bem planejadas em fábricas e empresas aumentam o bem-estar dos funcionários, aumentam sua produtividade e diminuem seu estresse.

Para um belo jardim, seguem 5 dicas do que deve ser levado em conta no projeto da sua área verde:

1 – Conhecer as características das plantas

Após o primeiro passo de se conhecer as características do ambiente a ser projetado, as plantas escolhidas devem ser de acordo ao ambiente. Por exemplo, plantas que vivem melhor com grande exposição solar, não devem ser escolhidas para ambientes com pouca luz. Deve-se levar em conta também a umidade, a exposição e periodicidade de chuvas, o solo do local.

2 – Plantas em vasos

Considerar parte do paisagismo em plantas colocadas em vasos é uma ótima opção por possibilitar facilmente que os vasos sejam mudados de lugar sempre que possível. Os vasos em si também podem combinar com a mobília e podem ser de diversos materiais.

3 – Bancos, mesas e afins

De que vale um belo jardim, se não puder passar um tempo admirando-o? Bancos e mesas dão um charme à mais à paisagem, e possibilitam que o cliente fique mais tempo aproveitando do produto do paisagismo. Além de bancos e mesas, outros ambientes úteis, como parques infantis, pergolados, ou cantinhos para uma atividade relaxante, podem ser integrados ao ambiente paisagístico.

4 – Fazer caminhos

Seguindo a ideia de integrar moradores ou transeuntes ao ambiente paisagístico, os caminhos permitem que pessoas circulem pelo jardim sem prejudicar a vegetação plantada, e protegendo os caminhantes de espinhos. Existem inúmeras formas de ser posto em prática: pedras de diferentes cores e formatos, tijolos, areia, madeira, pisos das mais variadas formas. Mas é importante que o piso utilizado seja de material resistente e de boa qualidade.

5 – Contrate um profissional qualificado

Um profissional paisagista tem capacitação especializada para montar um belo ambiente, unindo estética e funcionalidade, e evitando futuros problemas. Plantas mal escolhidas podem prejudicar estruturas do jardim, ou podem não resistir às condições do ambiente; materiais de má qualidade ou escolhidos para o ambiente errado podem ter sua vida útil encurtada etc. Situações que solevam a mais dor de cabeça e mais gastos.

Quer uma ajuda para encontrar um arquiteto paisagista? Pode contar com o iObras.com, pague dentro da plataforma, o profissional só recebe após o 30° dia do pagamento. Não executou? Solicite estorno. Aqui a segurança é total para seu bem estar.

Entre já em contato como a equipe do iObras.com.

Precisou? No iObras.com encontrou!

www.iobras.com

Siga nosso Instagram:

https://www.instagram.com/iobraspontocom/

1 likes
Compartilhe: