7 dicas para você que quer fazer móveis planejados na sua casa

7 dicas para você que quer fazer móveis planejados na sua casa

Os móveis planejados são uma excelente maneira de aproveitar melhor o espaço de um determinado ambiente. Como neste caso tudo é pensado de maneira exclusiva para um projeto, o espaço é melhor aproveitado e é possível fazer ajustes para adaptar tudo à sua necessidade. Ao final de todo este processo, você tem uma mobília completamente personalizada no estilo que desejar para sua casa ou empresa.

Preparamos aqui 10 dicas que vão servir de base para deixar os seus ambientes personalizados, com estilo e aproveitando todo o espaço ao seu dispor.

1. Para começar, defina bem o que você quer

O passo inicial importante quando se pensa em móveis planejados é, de fato, o planejamento. Por mais óbvio que isso pareça, fique atento a tudo o que você deseja em relação aos seus móveis quanto a modelos, estilos, conceitos e por aí vai. Esse passo é essencial e vai guiar todos os demais.

Outro ponto importantíssimo para ser levado em conta é o espaço do qual você dispõe para a instalação dos móveis, detalhe crucial para que tudo funcione bem.

No planejamento, aproveite para avaliar a questão da disponibilidade de recursos. Se você dispõe de dinheiro o suficiente para mobiliar toda a casa, por exemplo, não é preciso necessariamente dar prioridade para algum cômodo em específico. Porém, se a grana estiver curta, tente avaliar quais espaços necessitam com mais urgência dos móveis. 

2. Realize orçamentos com todas as informações em mãos

Tendo um esboço da sua ideia, agora é a hora de passar para a parte que pode ser complicada: a dos orçamentos. Com aquilo que você quer mais ou menos lapidado, contate lojas e/ou marceneiros, converse com vendedores e tente ter a visão mais precisa possível de quanto tudo vai sair.

Para facilitar a negociação, o ideal é ter em mãos as medidas exatas do lugar onde serão instalados os móveis. Claro que uma medição será feita pelos profissionais contratados, mas você ter esses dados ao seu dispor facilita bastante a negociação junto aos vendedores.

Se informar sobre materiais disponíveis e cores também é uma dica excelente para conseguir opções com preços distintos.


3. Pesquise referências e defina como quer cada ambiente

Pensar em como cada ambiente deve ficar pode ser mais complicado do que parece quando você não possui nenhum referencial, assim, pesquisar na internet inspiração é altamente aconselhável. É muito importante ter algumas ideias em mente quando você vai conversar com o vendedor e/ou marceneiro.

O ideal é levar em conta se o planejado escolhido tem o estilo e consegue passar tudo o que você deseja em relação a cores, formas, personalidade e custos.


4. Você não é obrigado a fechar o primeiro orçamento

Esta dica é basicamente para qualquer processo de compra, especialmente aquelas que despendem mais dinheiro: faça no mínimo 3 orçamentos. Pense com calma, analise as opções e se decida pela que atende às suas necessidades.

Mas fique atento sobre “empresas que cobrem ofertas oferecidas por outras”, pode ser uma dor de cabeça quando algumas acabam “rapando” diretamente no projeto, e acabam tirando “qualidade” em cima dos materiais utilizados (fique atento se o que foi planejado, foi realmente entregue na execução final).  

É preciso avaliar inúmeros detalhes aqui também, como prazos oferecidos, reputação e materiais utilizados pelos profissionais para escolher qual loja vai trazer os seus móveis dos sonhos para a realidade.

5. Puxadores mais simples reduzem bastante os valores de planejados

Se você acabar escolhendo um puxador cheio de pompa, é provável que vá desembolsar alguns reais a mais por cada peça. Uma das grandes tendências é o uso de puxadores tipo perfil, que estão inseridos no próprio MDF e não instalados sobre a porta.

As peças de plástico costumam ser as mais baratas, porém, obviamente, também são as menos resistentes. Assim, as de alumínio e de madeira aparecem como as melhores relações entre custo e benefício.

6. Será que você precisa mesmo mandar planejar aquele móvel?

Ao pensar na mobília da sua casa, a ideia dos móveis planejados parece sempre a melhor de todas. Contudo, uma boa avaliação das opções para ao menos parte da sua decoração pode reduzir os custos sem deixar de lado o estilo e a praticidade. 

Em um exemplo real: enquanto um rack com painel feito sob medida foi orçado em R$ 3 mil, um móvel semelhante já pronto, bonito e de qualidade saiu por R$ 1 mil. Uma economia assim faz valer a pena dar uma bela pesquisada antes de fechar negócio.

7. Como evitar golpe financeiro?

Você sabia que móveis planejados foi uma das áreas com maiores problemas PROCON de SP em 2014? E é um dos líderes de reclamações no portal do reclame aqui? (www.reclameaqui.com.br)?

São inúmeras reclamações como: “Paguei e o marceneiro sumiu”, “antecipei 20 mil e não entregou”, “paguei 50% e ele sumiu”, entre tantos outros golpes. O programa “patrulha do consumidor” da TV Record apresentou vários golpes na TV (Caso queira conferir, basta ir no YouTube pesquisar sobre os relatos e golpes).

Sempre busque saber bem com quem você está fechando o móvel, geralmente, boa parte dos profissionais pedem o famoso “sinal”, que chega a ser 50% de um projeto antecipado. Imagine tomar um golpe de 20, 30, ou valores até acima de 50 mil reais?. São patamares de golpes realizados e apresentados no programa e também expostos no reclameaqui.

Quer uma ajuda? Pode contar com o iObras.com, pague dentro da plataforma, o profissional só recebe após o 30° executado. Não executou? Solicite estorno. Aqui a segurança é total para seu bem estar.

Acesse já www.iobras.com

Precisou? No iObras.com encontrou?

 

1 likes
Compartilhe: