Coronavírus - Por que os japoneses usam máscaras?

Você já deve ter notado que a população japonesa, além de outros países asiáticos usam com frequência esse acessório. Os motivos podem ser os mais variados possíveis, dentre eles o Kafunsho (febre do feno), muito comum no Japão na Primavera por causa do pólen dos cedros (sugi) e ciprestes (hinoki), muito abundantes no Japão.

Quando se está gripado, é costume usar a máscara para evitar que outras pessoas se contaminem com o vírus. Mas mesmo pessoas que não estejam doentes usam máscaras no Japão para se prevenirem de doenças contagiosas, especialmente durante algum tipo de surto viral.

Além disso, o uso da máscara reflete o cuidado e o respeito que um cidadão japonês tem pelo outro, afinal essa atitude ajuda a evitar a propagação de germes através da tosse e respiração, especialmente em locais públicos e transportes coletivos, onde há muita aglomeração de pessoas como ônibus, trem ou metrô.

Quando essa tendência começou?

As máscaras cirúrgicas começaram a ser usadas em meados do século 20, com o objetivo de proteger a saúde contra alergias e propagações de doenças, porém a prática realmente decolou depois do surto de SARS (Síndrome Respiratória Aguda Severa) em 2003, seguidas de surtos da Gripe Aviária e Gripe Suína.

Com medo de um novo surto dessas doenças, milhões de pessoas passaram a estocar as máscaras em casa e gradualmente foram incorporando esse hábito no dia a dia.

Proteção além do vírus!

Muitos afirmam usar máscaras também para se protegerem da poluição ambiental, especialmente quem mora em grandes metrópoles e áreas industriais. E com os problemas recentes envolvendo o vazamento de radiação por causa das explosões da Usina de Fukushima, o uso de máscaras se intensificou ainda mais.

Enfim, as máscaras cirúrgicas já se tornaram parte da cultura japonesa. Mais do que isso, essa prática se tornou uma espécie de regra de etiqueta social e esse hábito é visto como uma cortesia para com as outras pessoas que se convive. ⠀
Será que esse é o momento para inserirmos essa cultura em nosso país?

Fonte : japaoemfoco.com - Japan Today

0 likes
Compartilhe: